Empresas Liderança

Sucessão nas empresas familiares (parte 2)

sucessão

No texto anterior, abordei o papel dos fundadores das empresas familiares, e como seus sucessores se comportam em meio à rotina de trabalho. Hoje, falarei dos conflitos entre gerações de empreendedores e, ainda, como o Coaching pode ser útil nos processos sucessórios de empresas famliares.

Em sua segunda geração – momento em que a empresa ainda suporta novos herdeiros –, a sucessão pode ser controlada, mas, quando vem a terceira geração, a situação se complica, pois envolvemos mais pessoas. Acredite, isso é mais que frequente no Brasil: é usual. A maioria das empresas vão trabalhando sem sequer criar um plano de sucessão. Quando em uma etapa mais avançada começa a surgir os interesses da terceira geração, vendo que a empresa não possa suportar talvez a entrada, por falta de organização e preparação para sucessores, os conflitos afloram.

sucessão

Um processo de sucessão gera inúmeras queixas. Uma das principais, e que podem ser ouvidas dos fundadores, é a respeito da geração que começa a trabalhar junto com o pai. Para eles, falta de comprometimento dos filhos. Também, pudera, a atuação mais focada nas responsabilidades são diferentes, e os dilemas, as dúvidas e as preocupações dos herdeiros são outras. Em alguns momentos são solicitados para assumir a direção dos negócios da família, em outros, são barrados em suas intenções de ter uma participação de maior responsabilidade na direção da empresa. Fica bem difícil administrar.

Alguns herdeiros gostariam de implementar mudanças em processos de gestão da empresa, mas a resistência do fundador não permite tal movimento. Veja algumas respostas para as intenções dos herdeiros, quando estes propõem mudanças:

– A famosa “já tentamos, mas não deu certo”;

– A igualmente famosa “sempre deu certo da maneira como fazemos hoje, então por que mudar?”;

– A autoritária “aqui quem manda ainda sou eu”;

– Ou ainda “em time que está ganhando, não se mexe”.

A ideia de que os filhos estão no centro da sucessão e herdarão – ou mesmo trabalharão com o fundador –, soa bem quando um pai deseja que os filhos estejam com ele. Mas não a ideia de que um dia esse pai irá parar de trabalhar. Nesses momentos, o fundador se sente ameaçado, centralizando todas funções e gerando conflitos e desconforto dentro da empresa.

Por parte dos herdeiros, as queixas mais frequentes são:

  • Falta de autonomia para tomada de decisões, por mais simples que sejam;
  • Forma de tratamento das questões relativas à empresa, entre eles e os pais;
  • Falta de espaço para que possam colocar em prática as mudanças que entendem ser necessárias, à melhoria da gestão da empresa.

Os herdeiros podem enfrentar uma situação difícil por anos. Alguns até conseguem colocar em pratica suas ideias – mas isto, reforço, só acontece depois de muitos anos. E como o esforço é muito maior, é necessário correr contra o tempo. Sendo assim, neste quadro a atividade de coaching é indicada, visando atingir objetivos como:

  • Redução do nível de tensão entre pais e filhos em seus papéis profissionais;
  • Construção de uma nova relação entre eles, em que o fundador consiga atuar como coach dos herdeiros;
  • Aceleração do processo de formação dos herdeiros, para que estes venham a desempenhar funções na gestão;
  • Preparo dos herdeiros para o futuro papel que desempenharão, ou seja, como sócios dos negócios da família.

No próximo (e último) texto da série, darei dicas para lidar com uma situação muito comum nos processos de sucessão, e que deve ser administrada com base na realidade: a morte do fundador de uma empresa familiar.

Quer se tornar um profissional de sucesso?

Entre em contato: contato@joaoricardocoach.com.br ou se preferir, deixe seu comentário abaixo.

 Já baixou meu e-book? Como Se Tornar Um Líder de Sucesso!

Mude para melhor! Quero lhe ajudar! Siga-me nas redes sociais:

 joaoricardocoach |  joaoricardocoach

Um forte abraço e sempre em frente!

João Ricardo Zimmermann
Coach & Consultor para Líderes e Organizações
Pessoas Melhores, Negócios Prósperos!
www.joaoricardocoach.com.br

João Ricardo Leader Coach
João Ricardo é Leader Coach, formado pelo IBC (Instituto Brasileiro de Coaching), Executive Coach pela SBCoaching, Consultor DISC e Diretor Industrial, com mais de 20 anos de experiência em liderança de equipes, gestão de conflitos, planejamento estratégico e lean manufacturing. Atualmente lidera mais de 300 pessoas e sua missão é potencializar pessoas e preparar organizações para o exercício de uma liderança diferenciada.
Você também pode ler
eficazes
Empresas eficazes em época de crise
Treinar funcionários vale a pena?
2 Comentários
  • ASSUNÇÃO SANTOS
    maio 4,2016 até 12:26

    E, torna-se muito importante a ENDOMEDIAÇÃO para a Prevenção de Controversias/Conflitos em Sucessões Familiares…

    • João Ricardo
      maio 6,2016 até 16:38

      Olá Assunção, perfeita colocação!

Deixe uma resposta para ASSUNÇÃO SANTOS Cancelar resposta

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site